quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Como nem tudo na vida é tricô...





MEU DESTINO

Nas palmas de tuas mãos
leio as linhas da minha vida.
Linhas cruzadas, sinuosas,
interferindo no teu destino.
Não te procurei, não me procurastes –
íamos sozinhos por estradas diferentes.
Indiferentes, cruzamos
Passavas com o fardo da vida...
Corri ao teu encontro.
Sorri. Falamos.
Esse dia foi marcado
com a pedra branca
da cabeça de um peixe.
E, desde então, caminhamos
juntos pela vida...

Cora Coralina

5 comentários:

Sandra Coatti disse...

Oi,
Parabens pelo blog e pala visita,amiga!
Um otimo dia,
Sandra Coatti

Cintia disse...

Adoro poesia!
Felizmente o tricô e uma das várias coisas que gosto, caso contrário, eu ficaria enjoada rapidamente!
Vim agradecer a visita, o link e conhecer seu cantinho que já está na minha página de links!
Fico super feliz quando aparecem mais tricoteiras blogando, trazendo mais idéias e lições!
Beijos...
Cintia.

Nile e Richard disse...

Olá amiha.Encontrei o seu blog por acaso.Seus trabalhos estão lindos a poesia muito boa.bjtos.Nile.

cardos disse...

Olá Márcia!

Obrigada pela visita ao meu blog. Isto vai parecer ridículo, mas acredita que eu só consigo ler receitas em inglês? As receitas em português são tão baralhadas, tão complicadas que eu no fim, fico quase sem perceber se é para tricotar a malha em liga ou em meia. As receitas em inglês são muito simplificadas, e como tudo o que os ingleses fazem, eles criaram um o código muito lógico para o tricot. Há sites que traduzem os códigos de inglês para português. Vai ver que depois não vai querer outra coisa!

Judy disse...

Oi Marcia... adoro Cora Coralina, simplicidade e muita sensibilidade.
Lindo presente, obrigada!


Um beijo,

Judy

Segue o bolo (risos) e desejo sucesso na dieta!